top of page

Como saber se eu tenho TDAH?

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) acomete cerca de 3% da população mundial, segundo a Organização Mundial de Saúde. No Brasil, segundo dados da Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA) são cerca de 2 milhões de pessoas afetadas com o transtorno.


Normalmente diagnosticado na infância, o TDAH é considerado um transtorno de neurodesenvolvimento. Em crianças, há maior evidência de sintomas de hiperatividade, principalmente nos primeiros anos escolares, o que muitas vezes chama atenção de pais e professores. No entanto, essa hiperatividade declina substancialmente na adolescência e na fase adulta, dando lugar a um sentimento de inquietação e impulsividade.


Mas, como saber se eu tenho o transtorno?


O diagnóstico só pode ser realizado por um profissional – neurologista, psiquiatra ou psicólogo. Este último, é responsável por realizar avaliação psicológica, com o uso de instrumentos como testes psicológicos e escalas de rastreio de comportamentos, a fim de identificar critérios diagnósticos.

No entanto, algumas perguntas podem orientá-lo a fim de entender se você pode ter TDAH:


- Você tem dificuldade para se concentrar?


- Distrai-se com facilidade?


- Considera-se excessivamente impulsivo?


- Tem dificuldade para ser ou permanecer organizado?


- Acha-se incapaz de pensar com clareza?


- Sente-se como se estivesse que estar sempre ocupado, fazendo muitas coisas, mas não consegue terminar a maioria delas?


- As pessoas dizem que você fala demais?


- É difícil para você ouvir atentamente os outros?


- Você intervém e interrompe os outros quando eles estão falando ou fazendo algo – e então deseja que tivesse pensado antes de falar?


- Sua voz parece sobrepujar as vozes de todos os demais?


- Você luta para “atingir o ponto” do que está tentando dizer?


- Você com frequência se sente interiormente inquieto?


Se identificou com esses questionamentos? Em caso positivo, busque ajude profissional. A psicoterapia pode ajudar muito na diminuição desses sintomas.

bottom of page